Coluna de Fogo

... e de noite numa coluna de fogo para os iluminar...

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Dia das Mães

E-mail Imprimir PDF

Certa vez escrevi em um cartão para minha mãe:

"Mãe, não escolhi você, Deus escolheu você pra mim. Agradeço a Ele por escolher exatamente quem eu escolheria."

É incrível nossa satisfação por nossas mães. Aconteça o que acontecer, amamos nossas mães incondicionalmente. Nós não a escolhemos. Simplesmente fomos gerados a partir delas, por uma decisão de Deus, não nossa, nem dela. E, por conta disto, um laço de amor sobrenatural é gerado. É intrigante, curioso, ver uma criança agarrada ao corpo de sua mãe logo após uma bela chinelada! Que amor é esse? De onde Deus tirou um sentimento tão sublime? A chinelada não doeu? Ou será que, independente da dor, somos capazes de reconhecer ali um abrigo seguro até contra a própria dor?

Essas mulheres se dedicam na nossa criação dando tudo de si pelo nosso crescimento. E nós nos dedicamos para agradá-las sem querer nada em troca, mesmo quando não temos nem idéia do que elas são capazes de fazer por nós. Lembro na minha infância quando arranquei uma folha verde de uma árvore e presenteei minha mãe. Até hoje não entendo muito bem porque eu fiz aquilo. Era uma folha, não uma cheirosa e colorida flor. Minha mãe não tinha me dado nada naquele momento e nem eu aguardava receber nada dela. Mas ofereci aquela folha, pura e simplesmente para agradá-la. Para fazê-la feliz. Nunca conheci alguém que tenha ficado feliz em ganhar uma folha, mas lembro que minha mãe agradeceu. Lembro também que ela olhava muito mais para mim do que para a folha. Muito maior que a folha era a satisfação de uma mãe em ter um filho que queria agradá-la com o que podia. Eu só tinha a folha, e com a folha fiz minha mãe feliz, não propriamente pela folha, mas pelo sentimento que eu tinha ao lhe dar a folha. Não tenho filhos, mas, se tivesse, gostaria de ganhar uma folha.

Muitas mães deram suas vidas por seus filhos e todas as outras imagino serem capazes de fazê-lo, pelo menos as mães de verdade. Que abnegação é essa? Deus criou algo sobre-humano, uma força, além do que nossas mentes são capazes de imaginar. Desafio uma mãe a descrever ou mensurar o tamanho do sentimento que tem pelo seu filho. Essas mulheres cuidam de nós nos momentos mais difíceis. E nos momentos fáceis também estão do nosso lado como se não houvesse diferença entre momentos fáceis e difíceis. Poder-se-ia haver momentos impossíveis, lá estaria a mãe ao lado do filho.

Honroso é reconhecer a sabedoria de Deus em nos dar por mãe exatamente aquela que precisamos. Até Jesus teve mãe. Aprouve a Deus que assim fosse gerado. O conhecimento que o Criador tem da importância da figura materna fez com que Ele nos deixasse claramente um mandamento para que a honrássemos (Êxodo 20.12). Seja ela biológica ou de criação, mãe é a pessoa que veio a existência para tornar possível a nossa existência... e a continuidade da nossa existência.. e para manutenir a nossa existência. Mãe existe para que exista um amor capaz de sustentar e perenizar a vida. Devemos honrá-la nesta data especial, e em todas as outras, porque é sempre especial ter nossa mãe por perto.

O que seria de nós sem aquela atenção na escola? O que seria de mim sem aquela bronca? O que seria de você sem aquele carinho? E sem aquele castigo? O que seriam dos grandes homens sem aquela palmada? Seriam alguma coisa sem um puxão de orelha? O que seria do mundo sem as mães? Existiria o mundo sem o amor de mãe? O que seria da existência sem tamanho cuidado?

Parabéns a todas as mães! Que Deus as abençoe. Que seus filhos lhes dêem folhas, e as façam muito felizes;

Parabéns sogra! A sua existência tornou possível a plenitude da minha felicidade. Obrigado.

Parabéns mãe! Amo você! Agradeço muito a você pelo que sou. Mas ainda que eu não fosse nada, ainda assim você seria a MINHA MÃE.

 
Comentários (3)
Parabéns amor!!!
3Dom, 10 de Maio de 2015 00:55
Glauco
Quando escrevi este texto, a Manuela ainda não tinha nascido. Hoje vejo que você, Nívia, é tão mãe quanto a minha mãe. Parabéns pelo seu dia. Espero que um dia a Manuela lhe dê uma folha, com o mesmo sentimento que um dia eu dei a minha mãe.
A FOLHA!
2Ter, 15 de Maio de 2012 21:41
kleber
A FOLHA QUE TEM COMO REFERÊNCIA UMA MÂE ELA É E SERÁ SEMPRE A FOLHA MAIS IMPORTANTE DO MUNDO!
PARABÉNS!
Amei! Lindo!
1Dom, 13 de Maio de 2012 17:46
Nívia
Amor, estou com lágrimas nos olhos diante deste belo e emocionante texto.
Parabenizo mais uma vez a minha querida mãe, que Deus escolheu pra mim. E também a minha sogra que através dela Deus fez você, GLAUCO... pra ser todinho meu.

Te amo! Você é o presente de Deus que me completa.

Beijo grande no seu coração.

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Assunto:
Comentário:

Curta o Coluna de Fogo e compartilhe nosso conteúdo

Diário de Mãe

Diário de Mãe - 25 de junho de 2013

Diário de Mãe – 25/06/2013.

Oi Gente!

Hoje o dia foi tranquilo... tirando a tristeza de ver minha Florzinha com muita cólica.

Leia mais...  
Diário de Mãe - 18 de junho de 2013

Diário de Mãe – 18/06/2013.

Olá Gente!

Hoje, acordamos cedo, pois tínhamos que levar Manuela a primeira consulta com a nova pediatra Dra. Liane, na Taquara.

Leia mais...  

Quem está online

Nós temos 99 visitantes online

Visitantes

2696204
HojeHoje2159
OntemOntem2654
Nesta SemanaNesta Semana4813
Neste MêsNeste Mês53643
TotalTotal2696204