Coluna de Fogo

... e de noite numa coluna de fogo para os iluminar...

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Amar Pode Doer

E-mail Imprimir PDF

“Às vezes, estamos tão fadigados do passado que, não permitimos vivenciar o novo.”

Eu acreditava ter experimentado o amor aos 15 anos, foi um bom momento da vida com a “pessoa perfeita”. A garota que despertou em mim, o sonho de construir uma família. Meses depois, tudo mudou e então, o doce amor tornou-se amargo. Etapa difícil para um coração e alma dilacerados. A dor se foi quando havia cumprido seu propósito, ensinar. O aprendizado foi ter percebido que não há pessoa perfeita, há pessoas imperfeitas que restauram-se uma a outra. Acreditava que não mais desejaria entregar-me a alguém novamente. Até que o amor me encontrou e dessa vez não era paixão de adolescência, era Deus agindo. E foi inevitável não amar. Inicialmente, pensei que era apenas mais uma paixão. Até que um afastamento foi capaz de me fazer sentir; mas não era dor, era esperança. Amor puro por quem amou sem dizer; ao invés de palavras, gestos e atitudes foram suficientes para revelar esse amor.

Chegamos a cereja do bolo, o aprendizado. Amar pode doer, mas também pode nos mostrar que; somos nós, a luz no fim do túnel. Não esperava viver algo tão bom, mesmo porque, eu não buscava. Obtive a certeza de que era amor e aí sim, pude experimentar; quando o amor me fez aguentar firme na escuridão. Porém, amar exige coragem. O primeiro amor me trouxe o brilho nos olhos e o sorriso verdadeiro. Me despertou força nos momentos difíceis, momentos difíceis de encarar; me mostrou a coragem que eu possuía e não imaginava; trouxe luz às cinzas; me fez ter esperança na vida e a confiar em Deus. Assim como a vida, o amor não é perfeito. Seu amor foi desafiador, te amei sem interesses e desejos; fui correspondido.

Em muitas conversas e aconselhamentos, eu notava casais que se amavam, mas jamais viveriam juntos para sempre. Por um simples motivo, há amores que não serão vividos, mas serão sempre sentidos. Era mais fácil aconselhar do que ter que seguir o conselho. Ignorava-o e continuava insistindo em algo que não havia possibilidade de ser vivido. Hoje, com um olhar mais maduro, enxergo que o propósito do primeiro amor foi restaurar àquilo que estava quebrado e mais uma vez, Deus agiu conforme nos respondeu em Eclesiastes 3. Pra encerrar, entenda que nem todos que entram em sua vida, possuem o desejo de ficar nela. De tal modo que, nem todo aquele que sai, planejava ir. Porém, Deus sempre terá o melhor reservado a nós e quando o propósito daquela situação ou pessoa cumprir-se, os ciclos precisarão se renovar. Não insista em segurar aquilo que Deus não deseja para sua vida, isso não é somente sobre pessoas. Lembre-se: a dor vem, nos faz aprender e em seguida, novos ciclos chegam. Para isso, é preciso nossa permissão. Prefira a dor de alguns dias, semanas ou meses ao invés de uma vida destruidora.

 

“Dedicado a alguém incrível e especial”

Gabriel Rodrigues

 

 
Comentários (5)
Parabéns
5Seg, 23 de Março de 2020 18:08
Renata
Texto lindo!
Texto de Gabriel Rodrigues!
4Seg, 02 de Março de 2020 07:50
Edna
Parabéns pelo belo texto de ensinamento, querido Gabriel.
Deus é maravilhoso!
'O aprendizado foi ter percebido que não há pessoa perfeita, há pessoas imperfeitas que restauram-se uma a outra".
Que ensinamento!
Texto de Gabriel Rodrigues!
3Seg, 02 de Março de 2020 07:50
Edna
Parabéns pelo belo texto de ensinamento, querido Gabriel.
Deus é maravilhoso!
'O aprendizado foi ter percebido que não há pessoa perfeita, há pessoas imperfeitas que restauram-se uma a outra".
Que ensinamento!
Texto de Gabriel Rodrigues!
2Seg, 02 de Março de 2020 07:50
Edna
Parabéns pelo belo texto de ensinamento, querido Gabriel.
Deus é maravilhoso!
'O aprendizado foi ter percebido que não há pessoa perfeita, há pessoas imperfeitas que restauram-se uma a outra".
Que ensinamento!
Resposta
1Seg, 02 de Março de 2020 06:24
Daniela
Amar é também deixar ir. É se deixar ir também. Amar é no fim ter a consciência de que se não houver amor dentro, não haverá amor fora. Tudo acontece do lado de dentro primeiro. O resto é consequência disso tudo. Estamos a todo tempo num turbilhão de pensamentos, sentimentos, confusões, ou nós os dominamos, ou somos vencidos por eles. E Se for pra eu ser vencida, que seja pela paz, pela alegria, pelo amor e pela gratidão.

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Assunto:
Comentário:

Curta o Coluna de Fogo e compartilhe nosso conteúdo

Diário de Mãe

Diário de Mãe - 25 de junho de 2013

Diário de Mãe – 25/06/2013.

Oi Gente!

Hoje o dia foi tranquilo... tirando a tristeza de ver minha Florzinha com muita cólica.

Leia mais...  
Diário de Mãe - 18 de junho de 2013

Diário de Mãe – 18/06/2013.

Olá Gente!

Hoje, acordamos cedo, pois tínhamos que levar Manuela a primeira consulta com a nova pediatra Dra. Liane, na Taquara.

Leia mais...  

Quem está online

Nós temos 133 visitantes online

Visitantes

5468545
HojeHoje2892
OntemOntem3408
Nesta SemanaNesta Semana22829
Neste MêsNeste Mês57152
TotalTotal5468545